19 de agosto de 2012

Impugnação de Pupin cria um novo cenário em Maringá

"Sem candidato a prefeito em Maringá, parece estar dando tudo certo para Ricardo Barros, finalmente, deixar campo livre para Ênio Verri, do PT. Desde o ano passado que se especula uma aliança do PP com o PT em Maringá, sob as bênção de Paulo Bernardo. Barros chegou perto de um acordo, recebendo em troca um emprego no alto escalão da república. O escândalo do Contorno Norte acabou com o acerto. Barros que chegara a anunciar sua ida para Brasília, tratou de se recompor com o governador Beto Richa. Consta que tentou emplacar o irmão, o atual prefeito Silvio Barros, no secretariado. Outro escândalo, porém, abalou a pretensão: Barros foi flagrado em uma escuta telefônica. Restou a ele se licenciar da secretaria da Industria, Comércio e Mercosul, à qual não deve retornar. Negando registro de Pupin, O TRE pode levar Richa a apoiar Wilson Quinteiro e se livrar de vez do indesejado “companheiro”

. Blog do Cícero Catani

Um comentário:

Anônimo disse...

Messias, é para desconstruir a candidatura do Ênio?